O Acelera Iaô vai contratar negros para atruar na qualificação dos afronegócios

A medida é para formar um banco de Mentores em diversas áreas

Acelera Iaô vai contratar profissionais para atuar nas mentorias da aceleração (qualificação) dos afroempreendedores, na sede da Fábrica Cultural, na Ribeira. As vagas, exclusiva para profissionais negros, estão sendo oferecidas áreas de Marketing digital, Vendas, Mentalidade empreendedora, Plano de negócios, Comercialização de produtos físicos, Comercialização de produtos digitais, Finanças, Precificação, Criatividade e negócios, Financiamento e Captação de recursos para empresas.

Os selecionados, um por cada área, atuarão na qualificação dos afronegócios participantes da aceleração do Programa. Os interessados deverão se inscrever até o dia 10/07, no site da Fábrica ou através do link https://forms.gle/69YZPsyLroxuCRDNA

O próximo curso de Aceleração se inicia no dia 11 de julho, com 50 participantes que irão passar por 30h de mentorias coletivas e 10hde mentorias individuais. Este é um dos motivos da necessidade de o Acelera Iaô construir um Banco de Mentores, dentro do seu processo de construção e desenvolvimento da metodologia para a qualificação de afroempreendedores. O banco será composto por profissionais que foram selecionados em suas áreas para atuar na formação dos acelerados.

ACELERA IAÔ

Com a proposta de promover os afros empreendedores baianos, o programa Acelera Iaô visa fomentar o trabalho de empreendimentos negros por meio do apoio, da qualificação e da aceleração dos negócios criativos. Desde fevereiro, o projeto vem disponibilizando vagas nas suas Iaô Labs de moda, artesanato, gastronomia, música e serviços criativos.

O Acelera Iaô promove e impulsiona a educação empreendedora afro centrada, a economia criativa e a comunicação digital. O estímulo à autonomia e à geração de renda são também alguns propósitos do programa de formação, que compreende o conhecimento técnico/estético/criativo e o uso das ferramentas digitais.

Desenvolvido e realizado pela Fábrica Cultural, organização social fundada e presidida pela cantora e ativista Margareth Menezes, o programa conta o patrocínio do Grupo Carrefour Brasil e com o apoio da Prefeitura Municipal de Salvador

Gabriela Bandeira
Comunicativa, antenada e com atuação há mais de 16 anos na área de assessoria de comunicação, Gabriela Bandeira é jornalista formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com curso de extensão na Universidade de Jornalismo de Santiago de Compostela (Espanha). Em 2019, reuniu toda a sua experiência e expertise em comunicação estratégica e conteúdos digitais, com atuação há mais de 12 anos no segmento de shopping center, e abriu a própria agência: a Comunicando Ideias. Filiada à Associação Brasileira de Agências de Comunicação (ABRACOM), possui alcance na Bahia e outros estados do Nordeste.