Afeto pediatria: saúde no conforto do seu lar

É comum ouvir que a maternidade vem naturalmente com a gravidez e nascimento do bebê, que ser mãe é um instinto. Mas a verdade é que a chegada de um recém-nascido traz consigo muitas inseguranças e mudanças na vida familiar. Os primeiros cuidados com o pequeno exige conhecimento, atenção e respeito com essa fase preciosa. Maternar é um desafio, mas ele pode se tornar mais leve e tranquilo quando se tem informações e uma boa rede de apoio.

E foi pensando em facilitar a vida de papais e mamães, que as pediatras neonatologistas Alessandra Barros, Alessandra Fernandes, Marcela Veloso e Samira Magalhães fundaram a Afeto Pediatria. “Nos conhecemos durante a residência, nos tornamos amigas e sempre partilhamos o sonho de prestar um atendimento diferenciado para crianças, mães e pais. Foi então que entendemos que isso só seria possível através de um atendimento realizado fora do consultório”, conta Samira Magalhães.

O atendimento domiciliar pediátrico, além da comodidade, oferece segurança, evita exposições em consultórios e diminui o estresse no bebê e em seus pais. “Na neonatologia percebemos a necessidade de uma compreensão profunda da família e do paciente. Não existe cenário mais favorável, principalmente nos primeiros meses, do que estar em casa e seu pediatra ir até você”, diz Alessandra Fernandes.

O novo modelo de atendimento visa promover personalização e maior interação entre médico e paciente, desde os seus primeiros dias de vida “Essa relação de distanciamento entre médico e paciente não existe para nós. Buscamos levar afeto, através de um atendimento pediátrico de qualidade mais próximo, onde a mãe sinta-se abraçada, segura e empoderada”, pondera Marcela Veloso.

Durante o baby home, como é conhecido o serviço, as médicas buscam conhecer não só os pequenos pacientes, como toda família. “Procuramos entender quem são, a história deles e vamos começando a consulta pela anamnese bem detalhada e posteriormente examinando o bebê, tudo no tempo deles. Entre uma amamentação e outra, um cochilinho ou troca de fraldas”, pontua Alessandra Barros.

Seguindo uma linha focada sempre na promoção da saúde e na qualidade do atendimento, as médicas também oferecem a consulta pré-natal com o pediatra. “É um serviço pouco conhecido, porém, muda a realidade das famílias. Essa consulta geralmente é realizada a partir de 33/34 semanas. Não só para as mães conhecerem a futura pediatra dos seus bebês, como também para receber orientações sobre amamentação, sala de parto, rotinas no hospital, entre outros detalhes que são muitas vezes desconhecidos”, contam elas.

 

PANDEMIA E CUIDADOS REDOBRADOS

Durante o tempo de pandemia, pais e familiares precisam ficar ainda mais atentos com os cuidados para a manutenção da saúde dos pequenos. Abaixo, o grupo de pediatras lista cuidados essenciais neste período de pandemia.

– Evitar visitas e sair de casa nos primeiros meses de vida.

– Quando for necessária a saída do lar, os cuidados devem ser dobrados. Usar máscaras, álcool em gel, evitar contato físico com outras pessoas e respeitar o distanciamento.

– Realizar lavagem das mãos quando for administrar as demandas dos bebês

– Pessoas com sintomas respiratórios devem manter o uso de máscara mesmo em casa, além de procurar atendimento médico com brevidade.

– Não usar máscara em crianças menores de 2 anos, pois pode haver risco de sufocamento e chance de contaminação através das mãos.

– Também é importante manter o calendário vacinal da criança atualizado. Existe atendimento domiciliar para esse serviço também.

Afeto Pediatria

Instagram: @pediatriaafeto
E-mail: pediatriaafeto@gmail.com
Telefone: (71) 99702-7648

Gabriela Bandeira
Comunicativa, antenada e com atuação há mais de 16 anos na área de assessoria de comunicação, Gabriela Bandeira é jornalista formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com curso de extensão na Universidade de Jornalismo de Santiago de Compostela (Espanha). Em 2019, reuniu toda a sua experiência e expertise em comunicação estratégica e conteúdos digitais, com atuação há mais de 12 anos no segmento de shopping center, e abriu a própria agência: a Comunicando Ideias. Filiada à Associação Brasileira de Agências de Comunicação (ABRACOM), possui alcance na Bahia e outros estados do Nordeste.