Síndrome de Bornout ascende alerta para os cuidados com a saúde mental

Rede SIM disponibiliza plataforma de atendimento com sessão exclusiva com atendimento psicológico

Cansaço extremo, sensação de desânimo, tensão emocional e estresse são alguns dos sintomas que têm se tornado comum em trabalhadores de todo o mundo, e no Brasil não é diferente. Seja na modalidade presencial ou home office, os profissionais estão sentindo cobranças diárias por melhores resultados. E a pressão, somada ao cansaço, pode tornar a rotina de trabalho cada vez mais prejudicial para a saúde.

Esse cenário é o ideal para o aparecimento da síndrome de burnout, que no Brasil atinge cerca de 30% dos mais de 100 milhões de trabalhadores, segundo a Associação Nacional de Medicina do Trabalho (Anamt). O problema, que também é conhecido como síndrome do esgotamento profissional, tem sido cada vez mais debatido e ascendeu o alerta para os cuidados com a saúde mental dos colaboradores, como explica o psicólogo clínico da Clínica SiM, Costa Júnior.

“A saúde mental tem sido, cada vez mais, um foco de preocupação dos trabalhadores. Vivemos em uma época em que se discute muito quadros de ansiedade e depressão, além de outras síndromes originadas pelo acúmulo de estresse no trabalho, como é o caso do Burnout”, analisa Costa Júnior.

O quadro é preocupante. Numa pesquisa global do Instituto Ipsos, realizada em 2020, apontou que 53% dos entrevistados brasileiros relataram alguma deterioração na saúde mental. Essa foi a quinta maior alta entre os 30 países pesquisados. Para Costa Júnior, os cuidados por parte da empresa ainda é pequeno, por isso muitos trabalhadores estão buscando por conta própria o acompanhamento psicológico.

“Ainda temos uma cultura com uma preocupação muito fraca em relação à saúde mental dentro das empresas. A maioria das políticas que aparecem são fracas e só começaram a surgir porque passamos a falar de Burnout, que o trabalhador pode adoecer e muito, e que isso pesa principalmente no bolso da empresa. Mas o trabalhador já percebeu que precisa se cuidar e muitos estão dando esse passo sozinhos”,  explica o psicólogo.

Iniciativa

Infelizmente, não há fórmula mágica. Assim como na saúde física, os transtornos mentais têm causas múltiplas e se manifestam de maneiras diversas. E ao tomar a decisão de buscarem acompanhamento psicológico adequado, é preciso encontrar profissionais qualificados. Pensando nesta necessidade do trabalhador, a Clínica SiM está disponibilizando livre acesso à sua plataforma CartãoSiM+ por 30 dias gratuitos, onde é possível ter acompanhamento com psicólogo.

“Na plataforma CartãoSiM+ você encontra uma sessão dedicada exclusivamente para a saúde mental, com psicólogos disponíveis para atendimento online e presencial, e um diário de humor, onde o assinante poderá analisar seu dia a dia e compreender algumas de suas emoções através de um diário pessoal”, completa Costa Júnior.

Quem optar por assinar o CartãoSiM+, além de consultas com psicólogo a preço acessível, terá acesso irrestrito a todas ferramentas da plataforma e direito a serviços de atendimento virtual, como consulta online grátis com clínico geral e pediatra, além de chat médico e outras vantagens.

A Clínica SiM possui um novo conceito de serviço de saúde, marcado pela acessibilidade e inovação com plataforma online para Pronto Atendimento Virtual e agendamentos de consultas em mais de 30 especialidades. Com sede em Fortaleza e 31 unidades espalhadas em cinco estados, incluindo a Bahia (Shopping Center Lapa), a Rede SiM consolidou-se por oferecer medicina de qualidade a preço justo para milhões de brasileiros.

Gabriela Bandeira
Comunicativa, antenada e com atuação há mais de 16 anos na área de assessoria de comunicação, Gabriela Bandeira é jornalista formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com curso de extensão na Universidade de Jornalismo de Santiago de Compostela (Espanha). Em 2019, reuniu toda a sua experiência e expertise em comunicação estratégica e conteúdos digitais, com atuação há mais de 12 anos no segmento de shopping center, e abriu a própria agência: a Comunicando Ideias. Filiada à Associação Brasileira de Agências de Comunicação (ABRACOM), possui alcance na Bahia e outros estados do Nordeste.