Mercado IAÕ vai reunir ganhadeiras de Itapuã, Daniela Mercury, Margareth Menezes e Pierre Onassis

Daniela Mercury e Margareth Menezes

As Ganhadeiras de Itapuã convidam Daniela Mercury e Margareth Menezes no encerramento da edição de verão do Mercado Iaô, domingo (05/02), das 10 às 20 horas, na Fábrica Cultural, na Ribeira. No show de abertura, o cantor Pierre Onassis comanda a banda Afrodisíaco no Palco Diva Menezes. Nesta 5ª edição, o evento volta a receber um grande público com uma programação diversificada, que reúne em um só lugar música, gastronomia, feira com diversos produtos, serviços criativos e apresentações simultâneas de shows, danças e DJs.


Os portões do Mercado Iaô abrem cedo, a partir das 10 horas, com entrada franca até 14 horas. A partir deste horário, os ingressos estarão à venda pelo valor social por R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia), com intuito de tornar o espaço autossustentável. Não haverá venda antecipada, apenas na bilheteria no dia do evento.
Durante o dia, várias intervenções artísticas ocuparão os espaços da Fábrica Cultural. No palco do Espaço Gastronômico se apresenta o DJ Urubuservando (12h) e, em seguida, iniciam as intervenções artísticas com dança com Agatha Simas (13h), performance circense com Alex Ayla (13h30), Roda de Capoeira, com Mestre Angola, da Associação de Capoeira Angola Corpo e Movimento – ACACM (14h) despedida de Solteiro do Jegue de Cueca e a Jega de Caçola (15h). Já o Cortejo Iaô, às 20h, com o samba junino Jorge Fogueirão promoverá um arrastão da alegria em todo evento.


O público também poderá se divertir com as compras no Galpão das Artes, que abriga feira de artesanato, e com o cardápio recheado de delícias do Espaço Gastronômico. Estes tradicionais espaços do evento são ocupados por empreendedores que integram a Rede Iaô. O objetivo é potencializar o desenvolvimento de ações que fortaleçam a cultura, a educação, promovendo geração de trabalho e renda.
Com o sucesso das últimas edições, o Mercado Iaô colocou a Cidade Baixa no roteiro cultural da cidade, atraindo milhares de pessoas entre turistas e baianos de todas as regiões. A partir desta temporada, o evento ganha mais qualificação, com uma infraestrutura que promoverá mais conforto para o público. A sua realização conta com o patrocínio do Instituto Nu, Carrefour e Prefeitura Municipal de Salvador.

“É um projeto muito esperado pelos soteropolitanos e turistas. Além de música de qualidade e várias linguagens artísticas criativas, no Mercado Iaô as pessoas sabem que vão encontrar gastronomia local, arte e produtos autorais de empreendedores baianos, comenta Jaqueline Azevedo, diretora geral da Fábrica Cultural.


Em setembro, o Mercado Iaô realizou a sua primeira edição de Primavera, que resultou num grande movimento de empreendedores e público. Antes da pandemia, o evento ganhou uma versão junina, atraindo milhares de pessoas com uma programação especial de forró.


O evento acontece na Fábrica Cultural, que ocupa uma área de 7.000 m² na antiga fábrica de Linhos Nossa Senhora de Fátima, na Ribeira. Desde 2004, a instituição tem como principal missão incentivar o empreendedorismo e o resgate da identidade cultural da Bahia, assim como fomentar a cultura na Península de Itapagipe, através de cursos, palestras e eventos socioculturais.