Clínica CSI amplia portfólio de serviços ginecológicos com a histeroscopia ambulatorial

A técnica facilita o diagnóstico de doenças e pode ser usada para tratar algumas enfermidades ginecológicas

A Clínica de Saúde e Imagem (CSI) expande o seu portfólio de serviço e passa a oferecer, neste mês de julho, a histeroscopia ambulatorial no consultório, uma técnica ginecológica minimamente invasiva que possibilita melhor visualização e exploração da cavidade uterina. Com esse novo atendimento, a ginecologista e coordenadora de ginecologia da CSI, Dra. Gabriela Menezes, explica que a clínica vai conseguir detectar, com mais facilidade, diversas patologias que acometem a saúde feminina. “A histeroscopia ambulatorial permite uma visualização direta do interior do útero, facilitando o diagnóstico de condições como pólipos, miomas, aderências uterinas, entre outras patologias ginecológicas”, destaca a médica.

Além de diagnosticar, a histeroscopia ambulatorial pode ser usada para investigação de infertilidade, remoção pólipos ou pequenos miomas, sem a necessidade de uma cirurgia mais invasiva. O procedimento comparado com outros dentro da especialidade, tende a ter um pós-operatório tranquilo. “São vários benefícios para a paciente, que consegue acessar o serviço com um menor custo, já que ele é realizado no ambiente ambulatorial, que é mais econômico em relação a procedimentos realizados em ambiente hospitalar”, diz Gabriela.

Além de diagnosticar, a histeroscopia ambulatorial pode ser usada para remover pólipos ou pequenos miomas, sem a necessidade de uma cirurgia mais invasiva. O serviço, comparado com outros procedimentos ginecológicos, tende a ter um pós-operatório mais tranquilo. “São vários benefícios para a paciente, que consegue acessar o serviço com um menor custo, já que ele é realizado no ambiente ambulatorial, que é mais econômico em relação a procedimentos realizados em ambiente hospitalar”, diz Gabriela.

De acordo com o Diretor médico da CSI, João Rafael Carneiro, a implementação do serviço de histeroscopia ambulatorial mostra o comprometimento da clínica para aprimorar a oferta de serviços às pacientes, além do diagnóstico da saúde da mulher. “Queremos oferecer o melhor cuidado possível para as mulheres que buscam tratamento ginecológico de qualidade. A histeroscopia ambulatorial é uma etapa crucial nessa direção, aumentando a eficiência diagnóstica e terapêutica, além de reduzir custos e o tempo de espera para elas”, explica João Rafael.

Sobre a CSI
A Clínica de Saúde e Imagem – CSI é referência em diagnóstico por imagem, saúde da mulher e saúde infantil. Com duas unidades em Brotas, a CSI possui corpo clínico de excelência em pediatria, neuropediatria, cardiologia, gastropediatria, ginecologia e obstetrícia, clínica médica, pneumopediatria, neurologia e vacinas. Mais informações em: www.csisaude.com.br.

Créditos: freepik