Quais as melhores plantas para ambientes pequenos?

O engenheiro agrônomo e paisagista Alex Sá Gomes conta que as mudanças de estilo de vida fazem o paisagismo se reinventar em espaços menores | Fotos: André Luiz Sá Gomes

A busca por imóveis menores é uma tendência mundial, principalmente nos centros urbanos. Aliado a isso, cresce também o interesse das pessoas por incluir o paisagismo dentro de casa, seja na forma de vasos que compõem a decoração ou na criação de pequenos jardins, para quem busca um respiro de natureza dentro do lar. De acordo com o relatório feito pelo Mordor Intelligence, a estimativa é que o mercado global de serviços de paisagismo e jardinagem cresça a um CAGR de 6,90% nos próximos cinco anos, atingindo US$ 359,18 bilhões até 2029.

De acordo com o engenheiro agrônomo e paisagista Alex Sá Gomes, as mudanças de estilo de vida estão criando novas oportunidades na indústria de paisagismo e fazendo a jardinagem se reinventar em pequenos espaços ao redor da residência. 

“O mercado tem que ir se adaptando as exigências dos novos públicos, principalmente a população mais jovem. Essa geração é consciente da importância do verde, porém não tem tempo para ficar cuidando, então o paisagismo também precisa se adaptar com plantas mais resistentes, que não exijam tanta manutenção e que não ocupem muito espaço”, destaca o paisagista que selecionou algumas plantas ideais para cultivar em pequenos jardins.

Suculentas
As suculentas são plantas resistentes e fáceis de cuidar. Elas podem ser cultivadas em jardins, vasos, e podem ainda formar um grande arranjo composto por várias espécies diferentes. O excesso de água e a falta de luz natural estão entre os principais erros de cultivo dessas plantas, por isso, para sua sobrevivência em ambientes internos, o ideal é que as suculentas sejam cultivadas sempre próximas às janelas.

Zamioculca
Espécie perfeita para apartamentos, já que não gosta de receber sol direto, a zamioculca é conhecida como a planta da prosperidade. Sem necessidade de muitos cuidados, a zamioculca precisa de regas espaçadas e locais iluminados, mas sem luz direta sobre suas folhas, por isso, é indicada para o cultivo em ambientes internos da casa. Além disso, é uma planta linda, resistente e de baixa toxicidade que consegue deixar qualquer espaço mais bonito e aconchegante.  

Bromélias
A bromélia é uma planta tropical que possui uma variedade de cores e formatos, sendo uma das queridinhas para quem busca colorir o jardim. Ela se desenvolve bem na luz indireta e gosta do calor e da umidade. Também pode ser cultivada no vaso ou no solo, com cuidado para manter a terra sempre úmida, mas nunca encharcada. 

Clorofito
Para os jardineiros de primeira viagem, os clorofitos são fáceis de cuidar porque exigem poucas regas e manutenções. Outro ponto positivo é que são resistentes e podem ser colocados em cestas suspensas, vasos e jardineiras.

Espada de São Jorge
A Espada de São Jorge, ou Lança de São Jorge, é uma planta versátil que se adapta em diversos ambientes, pois ocupa pouco espaço e pode ser cultivada tanto em vasos, como em canteiros estreitos, criando um visual elegante. Uma das plantas mais populares do Brasil, ela demanda regas mais espaçadas, que variam de acordo com a temperatura, umidade e incidência de luz do ambiente.