Modelos com Síndrome de Down e outras deficiências desfilaram ontem (19) no Shopping Bela Vista

Cacai Bauer, 1° digital influencer com Síndrome de Down do Brasil, abriu o desfile

Shopping Bela Vista virou palco para uma passarela de modelos com Síndrome de Down e outras deficiências, na 2ª edição do Desfile Saindo da Invisibilidade – projeto da Associação Unidos pelo Amor, que é presidida e idealizada por Dira Ramos. Com a ideia de combater o preconceito e o capacitismo, o evento aconteceu nessa segunda-feira (19), às 18h30, na Praça de Alimentação do Bela Vista, e contou com a presença de representantes da Apae e autoridades que lutam pela inclusão social das pessoas com deficiência, como a primeira-dama de Salvador Rebeca Reis; Wagner Andrade (Diretor de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência do Município de Salvador), Ângela Ventura (presidente da APAE), além da primeira digital influencer com Síndrome de Down do Brasil, Cacai Bauer.

Atuante na causa das pessoas com deficiência, especialmente crianças, a primeira-dama de Salvador Rebeca Reis contou que é uma honra imensa participar do evento. “Qualquer criança que precisa de um cuidado mais especial enfrenta esse problema da falta de inclusão. No século 21, diante de tantas diferenças sociais, é inaceitável as pessoas ainda terem algum tipo de preconceito quando, na verdade, deveria ser o contrário, acolher e dar mais, para que sejam incluídas dentro da sociedade de fato. Esse tipo de evento é sensacional, porque acontece em um ambiente com muitas pessoas transitando, ajuda a trabalhar a autoestima e a relação com outras pessoas”.

image.png

A ação teve o objetivo de promover a inclusão e o protagonismo das pessoas com deficiência, explicou a idealizadora do projeto e presidente da Associação Unidos Pelo Amor, Dira Ramos. “Esse projeto nasceu da necessidade de colocar as pessoas com deficiência em evidência na sociedade. Como mãe de uma menina de 11 anos com Síndrome de Down, percebi que eles vivem na invisibilidade. Salvador possui 30% das pessoas com deficiência e onde estão essas pessoas? Precisamos estar em todos os espaços e essa ação

Com a proposta de fomentar a inclusão social das PCD a partir de ações que acontecem durante todo o ano, a associação Unidos por Amor existe desde 2018 formada por pais de pessoas com deficiência (síndrome de Down, autismo, microcefalia, deficiência motora e física, entre outras) de todas as idades.

Gabriela Bandeira
Comunicativa, antenada e com atuação há mais de 16 anos na área de assessoria de comunicação, Gabriela Bandeira é jornalista formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com curso de extensão na Universidade de Jornalismo de Santiago de Compostela (Espanha). Em 2019, reuniu toda a sua experiência e expertise em comunicação estratégica e conteúdos digitais, com atuação há mais de 12 anos no segmento de shopping center, e abriu a própria agência: a Comunicando Ideias. Filiada à Associação Brasileira de Agências de Comunicação (ABRACOM), possui alcance na Bahia e outros estados do Nordeste.