Bahia Percussion Camp começa nesta terça-feira, 7 de janeiro, e vai até o dia 14, em Salvador, sendo uma excelente oportunidade para público e músicos conhecerem mais de perto tudo que for relacionado à cultura dos tambores, na cidade que é referência mundial quando se fala em inovação e tradição da percussão Afro brasileira. Com patrocínio da Oficina de Investigação Musical (OIM) e da Contemporânea, o evento terá acesso gratuito e uma programação que se divide em espaços do Centro Histórico da capital baiana, palco fervilhante de música, e da sede do Bahia Percussion Camp, situada em Vilas do Atlântico, de frente pro mar.

Durante a semana de programação, 13 professores escolhidos a dedo, todos eles profissionais renomados que participam ativamente de blocos afro e bandas de destaque, priorizarão a criatividade, a didática de ensino e suas trajetórias para falarem, em workshops, bate-papos e oficinas, sobre a cultura e técnica dos ritmos percussivos baianos. Entre eles, estão Jaime Nascimento (Bell Marques), Marcio Brasil (Ivete Sangalo e Luiz Caldas), Eden Paulo (Cortejo Afro), Tiago Modesto (Olodum) e Sandra Ribeiro (Didá).